Inspiração II

0
19:58
Pouco a pouco em
Alguma liberdade,
Na condicional
Reforma preciosa.
De certo modo,
Caçador de
Numerosa...
Criação de lágrima
E saudade.
Princípio de um grão
Pesadamente,
Pegado voasse
Subindo
Eternamente.
Em obediência
Dessa estrela
Em gratidão.
Mãe infeliz
Da inspiração,
Que denuncia
Para sempre
Um menino poeta
Sem razão.
Pesar de mim...
Tão contente
Meus restos na
Barcaça lentamente,
Vai se destacando
Ao mesmo som
Que despertou
Em mim
O eterno dom.
Na alegria
De viver assim
Morrendo
Dentro
De mim...



GREDILHA, marcio.

Sobre o autor

Estudante, blogueiro, crítico e, nas horas vagas, aprendiz de poeta.

0 comentários :