Sofrimento

2
19:58
Sofrimento


Hoje estou em silêncio, sem saber,
Em busca desse íntimo bocejo...
De paixão que escorreu de um beijo
Poderia cantar ou sorrir e crescer.

Meu retrato está longe de viver.
A luz artificial do amor eu vejo.
Apenas a primavera esbranquiçada posso ter,
Na distância de tudo que mais desejo...

Na alvura de toda minha trajetória,
Simplificada pelo sonho agora
Apaga o momento e toda história.

É o fim por dentro e por fora
Sem lembrança, sem lágrima e memória...
Morte! Envelheci na dor, já é hora...


GREDILHA,marcio.

Sobre o autor

Estudante, blogueiro, crítico e, nas horas vagas, aprendiz de poeta.

2 comentários :